Posted on

VAMOS FALAR DO TÃO FAMOSO “CHUPITAR”

Vamos falar do tão famoso CHUPITAR, que sempre falamos em nossos cursos.

Além de uma pratica quentíssima é muito importante para a saúde feminina.

E ai já pensou no que pode ser chupitar?
Se você arriscou a pensar em algo relacionado a “chupar”, acertou. Mas não tem nada a ver com lábios ou língua, não: chupitar é uma das estratégias do pompoarismo e consiste em um movimento que imita o sexo oral, só que feito com a vagina. O melhor é que o prazer é incrível tanto para o homem quanto para a mulher.

Questão de treino
Cada mulher leva um tempo até conseguir realizar o ato de chupitar. Geralmente, quanto mais jovem, mais forte é a musculatura e, por isso, menos tempo de exercícios será necessário. Porém, isso não quer dizer que as maduras não vão conseguir. E o mais interessante é que em cerca de dois meses, é possível aplicar o aprendizado no pênis do parceiro.

Uma semana de exercícios
É fundamental praticar uma semana de exercícios específicos de contração, sempre imaginando que está segurando xixi (mas nunca no ato de urinar).
-1° DIA: faça duas séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de um minuto.
-2° DIA: faça três séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 55 segundos.
-3° DIA: faça quatro séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 50 segundos.
-4° DIA: faça cinco séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 45 segundos.
-5° DIA: faça seis séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 40 segundos.
-6° DIA: faça sete séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 35 segundos.
-7° DIA: faça oito séries de 30 contrações do canal vaginal, com intervalo de 30 segundos.

Lembrando que esse é o exercício para a primeira semana, para mais informações dos outros exercícios venha bater um papo com a nossa Consultora em nosso espaço… E já garantimos, você não irá se arrepender…

Teste sua força
Com a vagina “malhada”, é hora de testar sua força introduzindo o dedo médio e checando o poder das contrações. “Para isso, tente contrair também os músculos do abdome, como se o seu umbigo estivesse entrando no seu corpo. Depois relaxe os músculos.

Hora de gastar um pouquinho na nossa Boutique Pimenta Caiena
Você também pode colocar só a parte inicial de um vibrador simples (no formato de um batom) e tentar sugá-lo e expulsá-lo. Outra dica: são as bolas Ben-wa, duas ou mais bolas ligadas por um cordão de silicone. Ao introduzi-las na vagina, a mulher também pode exercitar o assoalho pélvico sugando e expulsando as bolas.

Cuidado com o parceiro
Ponto importante: os treinos iniciantes sempre devem ser feitos em um vibrador e nunca no pênis do parceiro, pois isso pode machucá-lo.

A dois
Para praticar a dois, a posição ideal é com o homem deitado de de barriga para cima e a mulher sentada por cima. Desse modo, ela consegue observar a reação do parceiro.
A percepção é mais acentuada num momento de menos barulho.

Todo mundo ganha
Depois do treino, o chupitar é simples. Pense na ação de uma criança sugando uma chupeta: é esse o movimento que você deve fazer com a vagina no pênis do par. Para ele, a sensação vai ser de um sexo oral turbinado. Em vez da sua boca, a umidade da vagina e as contrações vão potencializar o tesão, coisa que não se vê constantemente. .Já as experts em pompoarismo relatam que dá para sentir o pênis por completo, de uma maneira mais amplificada

Posted on

POMPOARISMO

Exercício vaginal: bom para a saúde e para a vida sexual

Com o verão chegando, a mulherada toda corre para se inscrever na academia e tentar recuperar a forma para ficar mais à vontade de biquíni na praia, não é mesmo? O que muitas nem pensam, entretanto, é que não são só os músculos que todo mundo consegue ver que precisam ser treinados para ficar em forma. Você também precisa treinar os músculos íntimos, fazendo exercício vaginal!

Se aquela nuvenzinha do preconceito já parou em cima da sua cabeça, para tudo! Vale a pena ler esse artigo que escrevi sobre ginástica íntima antes de formar qualquer opinião sobre o tema. Aceita o desafio? Então boa leitura!

Neste conteúdo, vou falar um pouco mais sobre um dos temas que mais vejo questionamento, o exercício vaginal. Para isso, vou abordar os seguintes tópicos:

-O que é exercício vaginal?
-O exercício vaginal e o sexo
-Como o exercício vaginal melhora sua saúde
-Fazer um curso de pompoarismo é bom para você?

Depois que terminar essa leitura, tenho certeza de que você vai entender melhor a importância dessa prática para sua saúde, para sua vida sexual e para sua autoestima.

O que é exercício vaginal?
Para começar, vamos falar o que significa, afinal, esse tal de exercício vaginal? Também conhecido como ginástica íntima, pompoarismo, exercício de Kegel, e outros termos, ele nada mais é do que do que o conjunto de práticas que fortalecem o assoalho pélvico.
São esses exercícios que garantem que seus músculos da região vaginal permaneçam fortes ao longo dos anos, evitando que se tornem flácidos, trazendo uma série de benefícios para seu corpo e para seu bem-estar.
A ginástica íntima é baseada na contração e no relaxamento desses músculos, podendo ser praticada nas mais diversas situações: enquanto dirige, assiste televisão, toma banho, na relação sexual… Ela pode ser feita tanto sem o uso de acessórios quanto com as famosas bolinhas tailandesas e outros objetos criados especificamente para esta prática.

A musculatura vaginal é igual à de qualquer outra parte do corpo. Precisa ser treinada para estar sempre forte, caso contrário fica flácida. Ou seja, se você não pratica pompoarismo, vai acabar perdendo a força dos músculos da região vaginal ao longo do tempo, o que pode prejudicar sua saúde de diversas formas.

O exercício vaginal e o sexo
Não dá para negar, um dos principais benefícios da prática do exercício vaginal é a melhora na vida sexual. São várias as vantagens com as quais as mulheres pompoaristas passam a conviver em sua rotina sexual, conheça as principais delas:
Aumento da lubrificação vaginal;
Maior capacidade de proporcionar e de sentir prazer;
Possibilidade de ter múltiplos orgasmos durante a relação sexual;
Facilidade de chegar ao orgasmo e intensidade do prazer.
A grande mudança na vida das mulheres que aderem ao pompoarismo é que para elas e seus parceiros o sexo deixa de ser um simples “entra e sai”. Com o fortalecimento dos músculos da vagina, você consegue proporcionar e sentir sensações únicas ao apertar e envolver o pênis durante a penetração.
Não é por acaso que as mulheres que são adeptas do exercício vaginal se tornam diferenciadas. Por conseguirem levar os homens à loucura com facilidade, elas se tornam desejadas e disputadas. Na minha opinião, o mais importante disso tudo, porém, é a contribuição para a autoestima.
É importante salientar, ainda, que a ginástica íntima é uma excelente terapia para aquelas mulheres que enfrentam dificuldades em atingir o orgasmo, tanto por questões fisiológicas quanto psicológicas. O pompoarismo permite que elas conheçam melhor o próprio corpo e sua força como mulher!

A autoestima das mulheres que praticam exercício vaginal costuma estar sempre lá em cima. A facilidade de dar e sentir prazer as torna muito mais confiantes e poderosas!

Como o exercício vaginal melhora sua saúde
Mas não é só na relação sexual que o exercício vaginal pode trazer benefícios para você. Pelo contrário, se você é preocupada com sua saúde, só tem a ganhar ao praticar a ginástica íntima.
Muitas mulheres, inclusive, não sabem, mas possivelmente serão orientadas por seus médicos algum dia a se exercitar dessa forma. O motivo é que torna-se cada vez mais consenso entre a comunidade médica de que é muito mais saudável fazer pompoarismo desde cedo do que precisar fazer cirurgias no futuro para fortalecer o assoalho pélvico.

Veja algumas contribuições importantes que o exercício vaginal pode trazer para a sua saúde:

-Diminuição de dores causadas por cólica menstrual;
-Redução do período menstrual;
-Preparação para as mulheres que desejam ter parto normal, ajudando-as a saber como fazer a força certa, na hora certa;
-Melhor recuperação pós parto normal;
-Prevenção da flacidez vaginal, que pode ser causada após partos naturais;
-Prevenção de infecções vaginais e urinárias, pelo aumento da circulação sanguínea na região;
-Melhora do funcionamento do intestino;
-Prevenção contra a bexiga “solta” ou “caída”, que leva à incontinência urinária;
-Diminuição dos sintomas da menopausa, como o ressecamento vaginal.

Viu só? O exercício vaginal traz benefícios à sua saúde durante toda sua vida, desde a primeira menstruação até à menopausa. Por isso, recomendo que ela seja pratica por todas, sem preconceito e sem medo!

O pompoarismo deve ser praticado por todas as mulheres que desejam ter saúde nas diferentes fases da vida. Ele nos ajuda a lidar com desafios importantes do universo feminino, preservando nossa saúde e possibilitando uma melhor relação com o prazer!

Toda mulher deve fazer pompoarismo na vida, ele garante que você tenha saúde a vida toda, além de satisfação sexual. Exercício vaginal é cuidado com você mesma, não apenas uma forma de melhorar seu desempenho na cama. Cuide-se!